22 de ago de 2010

Cattleya Júlio Conceição

Essa bela orquídea foi criada a partir do cruzamento da espécie Cattleya intermedia com a Cattleya Cowaniae, em 1950, e nomeada por um pesquisador que quis homenagear o orquidófilo santista Júlio Conceição. Suas flores são brancas, com um leve perfume, duram cerca de 15 dias e surgem quase sempre no verão.

Júlio Conceição foi pioneiro no cultivo de orquídeas em Santos e proprietário do antigo Parque Indígena, considerado o maior orquidário ao ar livre do mundo no início do século passado. Após o seu falecimento em 1933, a coleção de flores foi adquirida pela Prefeitura e transferida para o Orquidário Municipal, que possui o busto do orquidófilo em destaque, na entrada.

2 comentários:

  1. Marly de Souza Almeida30 de jul de 2012 10:21:00

    Ela é maravilhosa. Tenho dois vasos que me encantam com suas belíssimas flores. No entanto, esta orquídea não gosta de ser replantada. É necessário enorme cuidado para fazer cortes ou mesmo mudar de vaso. Recomendo aguardar o surgimento de raízes novas e proceder a uma adubação adequada, após o plantio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela dica Marly. Consegui em algum lugar que não me lembro ( a gente roda tanto!) um exemplar há um ano atrás, e esse ano parece que não vai florir, justamente porque dei "aquela mexidinha" nela na hora do replante e a coitadinha ficou ressentida e não há perdão que refaça a mágoa, vou esperar mais um ano, quem sabe ela me perdoa?. Obrigado.

      Excluir